União das freguesias de Antas e Abade de Vermoim

Centro Escolar de Antas foi espaço para a simbólica oferta das fichas de trabalho

Antas - 18/09/2020

Oferta abrange um universo de mais de 3500 crianças do primeiro ciclo

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão investiu, neste ano letivo de 2020/2021, cerca 140 mil euros na oferta das fichas de trabalho a todas as crianças do concelho que frequentam o 1.º ciclo do ensino básico. A medida representa a aposta do município na gratuitidade e igualdade da educação.

No seguimento do progressivo empréstimo dos manuais escolares realizado pelo Ministério da Educação, o município de Vila Nova de Famalicão – pioneiro na oferta dos livros escolares ao 1º ciclo em 2002 – oferece agora os cadernos de atividades, mais conhecidos como fichas de trabalho, a todos os alunos do 1.º ciclo, permitindo que todas as crianças comecem o ano letivo em pé de igualdade.

Isso mesmo foi referido esta sexta-feira, pelo presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, durante uma visita simbólica que efetuou ao Centro Escolar de Antas. Acompanhado pelo diretor do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco, Carlos Teixeira, pelo Presidente da U. F. de Antas e Abade de Vermoim, Manuel Alves e pelo vereador da Educação Leonel Rocha, o autarca salientou que “o município quer que as crianças tenham desde o primeiro dia de aulas as ferramentas que são necessárias para serem bem sucedidas”. E acrescentou: “A chegada à escola foi, este ano, diferente dos outros anos, mas nós queremos que com a oferta destas fichas dar um sinal às famílias, de que estamos aqui para ajudar e para as libertar deste encargo financeiro”.

Para Carlos Teixeira “esta medida representa um regresso aquilo que já existe em Famalicão há muitos anos e a que já estamos habituados primeiro com a oferta dos manuais e agora com as fichas de trabalho. Neste regresso à escola, ao fim de quase seis meses, com esta medida, as crianças e as famílias percebem que, na medida do possível, a escola continua e vai continuar a dar-lhes todas as condições para a sua aprendizagem”.

Para o autarca local "vive-se um momento diferente em que a alegria das crianças reflete-se na satisfação do reencontro com os colegas e amigos de escola. Esta pandemia veio alterar as rotinas de todos os alunos e este é o momento para um regresso à escola com uma nova realidade, com etiqueta respiratória, mas de cara levantada e com preocupações que não podem ser descoradas e devem ser levadas a sério para que cada um se proteja e proteja, também, quem está ao seu lado". Manuel Alves disse também que "esta ajuda proporcionada pelo município de Famalicão vem ajudar os pais num momento em que os rendimentos baixaram. A construção e formação da sociedade, nomeadamente estas crianças, que serão os próximos empreendedores, devem ser apoiados na sua formação e é isso que a Câmara Municipal tem feito ao longo destes anos". 

× Sucesso! A sua Ocorrência será tomada em consideração.